Ilustra Futuro

Texto introdutório para a V edição do Concurso de Ilustração da Etic_, Ilustra Futuro, 2010
Pedro Albuquerque

O futuro é uma das obsessões do ser humano. É a matéria-prima do artista e do cientista, o negócio
da cartomante, a promessa do político, a vida eterna do crente, a preocupação do analista, o projecto
do empreendedor, o Euromilhões do sonhador. O futuro é tudo o que o presente nos inspira ou desmoraliza.
Para o cientista, antecipar o tempo é um desafio de descoberta e uma luta diária com as leis da natureza
e do universo. Para o artista é um exercício de liberdade, expressiva sobre a recriação da existência
e a exploração de novas estéticas.

Para ambos é também uma necessidade de alerta às ameaças emergentes do novo mundo. Por vezes acertamos, tal como Júlio Verne ao prever a existência de submarinos nas suas Vinte Mil Léguas Submarinas, outras andamos lá perto como em "Metropolis" de Fritz Lang, ou então, precipitamo-nos na métrica dos anos, "1984" de George Orwell é ainda em 2010 uma ameaça eminente, não se passou nada na Lua no fim do século XX, ao contrário do que nos mostrava a série televisiva "Espaço 1999", e 2001 acabou por ser uma odisseia trágica nos céus de Nova Iorque e não "no espaço", como ficcionara Stanley Kubrick, da qual resultou num confronto com Bin Laden e não com um computador. Mas que importa a precisão factual sobre o futuro perante filmes como "Guerra nas Estrelas", "Minority Report" ou "Avatar"?

O futuro revela-se ora como uma ameaça ora como um direito à fantasia, com fascinantes personagens
e efeitos visuais. Perante a vertiginosa evolução tecnológica que assistimos no espaço de uma década, em contraponto à nossa ainda grande vulnerabilidade a uma nuvem vulcânica, que, no espaço de 3 ou 4 dias, originou o cancelamento de milhares de voos e consequente caos nos aeroportos, já só podemos mesmo
é especular sobre o futuro.

Ou esperar. A esperança é o futuro na sua versão mais humana. Alheados das viagens a Marte ou do teletransporte, esperamos todos os dias por novas experiências, a preservação da natureza, a cura de alguém, um telefonema, o reconhecimento profissional, a fantasia sexual, a evasão, a viagem de sonho, o prémio, a casa com vista para o mar, a vitória, uma criança, uma mulher, um homem. Chegou o momento de esperar para ver como se ilustra o futuro